• Laura Vassalli

Anemia Falciforme

A anemia falciforme, ou doença falciforme, é uma condição que afeta os glóbulos vermelhos do sangue, ou hemácias.


As hemácias carregam o oxigênio pelo sangue através de proteínas chamadas de hemoglobina, e quando ocorre uma variação dessa hemoglobina, causada por diferentes questões genéticas, temos as hemoglobinopatias, ou seja, as patologias que tem ligação com alterações nessa molécula, como a talassemia (veja o texto sobre ela aqui) ou a doença falciforme, da qual tratamos neste texto.

A doença falciforme é uma patologia que dura a vida toda e com a qual a pessoa nasce, e é causada por alterações em um dos genes que codificam uma parte da molécula de hemoglobina chamada ß globina.


Se a pessoa recebe os genes para a hemácia falciforme do pai e da mãe, ela terá a condição chamada de anemia falciforme.


Quando ela recebe apenas um gene pra hemácias falciformes e outro gene anormal para ß globina, ela terá uma outra forma de patologia, como a ß-talassemia, por exemplo.


Já se a pessoa recebe o gene para hemácia falciforme apenas de um dos pais, e o outro gene é normal, ela terá o chamado traço falciforme, que não causa doença, mas pode ser passado para os filhos.


Os nossos glóbulos vermelhos normais são um disco bicôncavo (ou seja, achatado para dentro dos dois lados), e esse formato os torna flexíveis o suficiente para passar pelos vasos sanguíneos.


Em pessoas com anemia falciforme alguns glóbulos vermelhos têm um formato anormal, parecido com uma foice ou uma meia lua. Essas células falcizadas (ou falciformes) podem bloquear os vasos sanguíneos, e quando isso acontece pode ocorrer uma interrupção no fluxo de oxigênio para aquele órgão, gerando dor ou dano ao órgão.


Pessoas com doença falciforme podem ter uma vida normal em boa parte do tempo, mas podem ter um aumento da quantidade de glóbulos vermelhos falcizados por algumas situações como uma infecção, desidratação ou exercício extenuante, e isso pode gerar crises de dor bastante importantes, que necessitam de um manejo médico cuidadoso.


Pessoas com anemia falciforme devem estar em acompanhamento hematológico para a correta avaliação da sua condição e orientações para que tenham uma boa qualidade de vida e para que as crises falciformes sejam tão raras quanto possível.


#anemiafalciforme #anemia #doencafalciforme #tracofalciforme #hemoglobinopatias #hematologia #hematologista #dralauravassalli #lauravassallihematologista #medicadosangue #medicasoul