• Laura Vassalli

Anemia

Atualizado: Mai 13

Anemia é o nome que se dá à redução do número absoluto de hemácias circulantes – massa de células vermelhas. Como essa medida não é fácil de ser realizada, usamos o valor da hemoglobina ou o hematócrito para definir anemia.


A hemoglobina é a proteína de dentro das hemácias responsável por transportar oxigênio para todas as células do organismo, e a sua medida é expressa em gramas de hemoglobina por dL (decilitro - 100mL) de sangue, e o hematócrito é a porcentagem do sangue que corresponde à parte vermelha.

Os valores normais de hemoglobina podem variar conforme a população: Crianças, gestantes, atletas, pessoas que moram em altitude elevada, tabagistas e afrodescendentes podem ter valores diferentes.


A OMS estabeleceu que anemia para homens é um valor de hemoglobina abaixo de 13 g/dL e para mulheres abaixo de 12 g/dL.


Os sintomas mais frequentes da anemia são: cansaço, fraqueza e dificuldade de fazer exercícios. Mas existem outros menos frequentes, como síndrome de pernas inquietas, desejo por comer coisas que não são comida (pica) ou alimentos crus (arroz, grãos de café, massa), língua lisa, pele seca, dentre outros.


Os sintomas podem varias de acordo com a gravidade da anemia, mas também com a velocidade de instalação (pessoas que têm anemia há meses, ou até anos, podem ter desenvolvido tolerância e serem menos sintomáticas), além da demanda do paciente (atletas e gestantes possuem alta demanda).


Causas


Podemos dividir as causas de anemia em três grupos principais: perda de sangue, produção inadequada e aumento da destruição.


As perdas de sangue geralmente envolvem sangramentos, que às vezes podem ser bem identificados, como um aumento de sangramento menstrual e eliminação de sangue nas fezes, mas em outras vezes o sangramento só é corretamente diagnosticado por exames diagnósticos mais elaborados.


A produção inadequado acontece quando falta algum material na "fábrica do sangue" - a medula óssea - para produzir as hemácias (como ferro ou vitamina B12), ou quando existe um defeito mesmo nessa fábrica, por vários motivos possíveis.


Para entender o aumento da destruição é preciso saber um pouquinho mais sobre as células vermelhas.


As hemácias duram, em média 100 dias, e a todo momento o organismo tem um equilíbrio entre as hemácias que ficaram velhas e precisam serem repostas e as células novas que são produzidas. Por alguma situação clínica, as hemácias podem durar menos tempo, e com isso a medula óssea não consegue produzir hemácias na quantidade necessária, gerando a anemia.


O tratamento da anemia varia de acordo com a causa, e cada paciente precisa de uma avaliação adequada para que o melhor tratamento seja estabelecido.


Toda anemia deve ser investigada para o melhor tratamento.


#anemia #anemias #hbbaixo #hemacias #globulosvermelhos #gv #hb #hematologia #hematologista #dralauravassalli #lauravassallihematologista #lauravassallihematologista