• Laura Vassalli

Mieloma Múltiplo não é apenas uma doença de idosos

O Mieloma múltiplo (MM) é um distúrbio de um tipo de glóbulo branco chamado de plasmócito, caracterizado pela multiplicação de células plasmáticas malignas na medula óssea com a proteína monoclonal, produzida por elas, aparecendo no sangue e / ou na urina, e associada a alterações na função de órgãos e sistemas do corpo.


A mediana da idade dos pacientes quando do diagnóstico é de 70 anos, com 37% dos pacientes com menos de 65 anos, e sendo um diagnóstico mais raro em pessoas com menos de 30 anos.

Dessa maneira, uma proporção considerável dos portadores de MM são "pacientes mais jovens" e a questão das estratégias ideais para tratamento é bastante importante, de forma a melhorar os resultados de tratamentos a longo prazo, minimizando inclusive o impacto de efeitos colaterais dos tratamentos sobre os órgãos e sistemas no corpo.

Os avanços terapêuticos no MM têm evoluído em um ritmo muito acelerado nos últimos 15 anos, com o desenvolvimento de novos agentes e combinações, aprovados e agora sendo incorporados às estratégias de tratamento para pacientes portadores da doença.

Como resultado desses avanços, os pacientes estão experimentando benefícios em termos de sobrevida com a doença, qualidade de vida e tolerância ao tratamento. Ao mesmo tempo, a grande variedade de opções de tratamento se mostra um desafio para a seleção das melhores opções adaptadas à situação específica do paciente, inclusive quando ele é um paciente mais jovem, com um diagnóstico realizado de maneira precoce, eventualmente em estágios da patologia em que o diagnóstico não costumava ocorrer antes do grande desenvolvimento na compreensão e tratamento dessa patologia.


As estratégias para selecionar regimes terapêuticos para idosos recém-diagnosticados com MM podem ser melhoradas com o uso de ferramentas preditivas para melhor capturar a idade fisiológica e estimar a tolerância ao tratamento do paciente específico, com um entendimento que ultrapassa apenas a idade cronológica.


Para saber mais:


Moreau, Philippe, et al. "Newly diagnosed myeloma in 2020." American Society of Clinical Oncology Educational Book 40 (2020): e144-e158.


Sara Gandolfi, Claudia Paba Prada, Paul G. Richardson; How I treat the young patient with multiple myeloma. Blood 2018; 132 (11): 1114–1124.


#mielomamultiplo #mieloma #proteinamonoclonal #gamopatia #oncohemato #neoplasiashematologicas #cancerhematologico #plasmocitos #hematologia #hematologista #dralauravassalli #lauravassallihematologista #medicadosangue #medicasoul